Louca Escapada – um olhar doce do jovem Spielberg

Louca Escapada – um olhar doce do jovem Spielberg

Revi “Louca Escapada” ontem e vou te dizer, envelheceu muito bem o segundo filme do Spielberg.
Goldie Hawn tá um encanto. A alma do filme, o coração, a força. Sem ela, esse filme não funcionaria. Seus olhos são faróis que nos guiam pela narrativa.
O roteiro, baseado em fatos reais, tem um primeiro ato maravilhoso. O filme todo é bom, mas seu início não dá chance de dizermos não para a aventura. Tudo feito de maneira muito simples e rica. Apesar dos mil acontecimentos, a gente não se perde. Detalhe sem off pra explicar nada. Os personagens agem muito e falam pouco. É de irritar o talento do jovem Spielberg em contar história.
Chama atenção também no jovem a vontade de conhecer os EUA. Há na direção uma pegada “neo realista”, próximo também do fotojornalismo. Parece que estamos vendo um registro histórico. Inclusive há figurantes incríveis, como o bêbado que é preso e involuntariamente faz parte de uma perseguição policial. Os diálogos dessa sequência são incríveis, um jogo improvisado muito feliz. Há o frescor da juventude.
Só mais dois destaques: a cena onde o ator William Atherton interage com uma projeção do papa léguas. Abre uma janela para o sentido tragicômico do personagem, mas também me fez pensar no Spielberg, e sua relação com o cinema.
Outro destaque é o ator Ben Johnson , que nos faz acreditar que pode haver um xerife texano que se orgulha de nunca ter matado alguém. A sequência onde ele troca olhar com Goldie, pela janela do carro, é maravilhosa. Há muita coisa ali.
É aquela coisa do Spielberg, de ver o mundo com certa doçura. Muitas vezes me irrita, mas aqui ele acertou a mão é doce mas sem amargar. Há de fato uma empatia genuína em seu olhar. Aí não tem jeito, a gente se entrega e se emociona.
Surgiu esse filme na sua frente, não deixe para amanhã. Veja. Vai valer a viagem.


[ Igor Barradas ]

Pra compartilhar pelaí

Igor Barradas

Igor Barradas é cineasta, educador audiovisual e pesquisador. Integra o cineclube Mate Com Angu, o Gomeia Galpão Criativo e a Circular Filmes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.