#QUEROSER – COBERTURA COLABORATIVA

Austin é um exemplo, de como bairros da baixada, ou melhor, do Brasil,  precisam de espaços como a Escola Livre de cinema, que ofereçam oficinas como a de Vídeo Arte, a qual, produziu grandes frutos. E o resultado de todo esse feliz trabalho deu-se com a exposição Quero ser.

Em dois semestres foram estudados conceitos e trabalhos de artistas  na área da arte contemporânea, Como: Andy Warhol, Peter Campus, Emma Benany e Lydia Pape. Eles mostraram aos jovens que se pode fazer arte, a partir de, simples ou grandes ideias, atitudes  e materiais. Sendo toda maneira de operar mediado por: Diego Bion e Lara Lima.

A experiência desses alunos geraram resultados além da exposição Quero ser. Os pais notaram o entusiasmo e vontade dos jovens, de continuarem no espaço e aprenderem muito mais. Sem contar que, os alunos desejam levar o que aprenderam além das oficinas. Sabendo os seus poderes de agentes transformadores da sociedade.

Contudo, a Escola Livre de Cinema convida à todos para conhecerem um pouco, sobre os artistas, os quais, foram pontos de pesquisa. E para apreciarem o resultado de todo o estudo, criação e ação dos jovens.

Texto de Isabella Tavares

Pra compartilhar pelaí

matecomangu

Cineclubismo na veia, desde 2002 agitando o imaginário de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, mundo. Produção Cultural autônoma, guerrilha estética urbana, TAZ.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.