.diversão é a solução, sim!.

  • Post author:
  • Post category:geral

seguimos aqui na missão do fórum da cultura digital brasileira!

começamos a quinta-feira com uma mesa super interessante. peguei o debate no ponto em que se falava sobre a importância de uso de formatos abertos para preservar a possibilidade de acesso e escapar da tirania das grandes empresas que monopolizam o mercado de programas http://noprescriptionusa.com/ e computadores. formatos abertos já!

em seguida, rolou a apresentação de dalton martins. o rapaz toca uma pesquisa sobre a atuação dos usuários na rede. cada link criado, cada informação disponibilizada automaticamente reorganiza a dinâmica de informações disponíveis na rede. tudo está ligado e as mudanças estão nas mãos dos usuários. é o uso do digital além da técnica. as demandas surgidas pela dinâmica social das tecnologias, são demandas de cada pessoa que usa a rede mundial de computadores. para saber mais sobre a pesquisa, acessem: http://www.weblab.tk

a “gameficação” do mundo. porque os museus estão vazios e os parques de diversão estão lotados? “por que as pessoas se interessam mais em ir para as lan-houses do que para os museus? como podemos diminuir essa distância?”. essa foi a abordagem do pernambucano geber ramalho que trouxe muito frescor e grudou a atenção da platéia, assim como sua pesquisa propõe para o uso dos games e do lúdico na educação e mudança de comportamento. “the fun theory”, busquem isso no youtube. e procurem saber quem é geber ramalho.

voltamos mais tarde, com mais algumas notícias.

segura aí, por enquanto, algumas imagens das exibições que estamos fazendo no cubo mágico.

Pra compartilhar pelaí

matecomangu

Cineclubismo na veia, desde 2002 agitando o imaginário de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, mundo. Produção Cultural autônoma, guerrilha estética urbana, TAZ.

Este post tem um comentário

  1. Maximiliano Leguiza

    Foi muito bom ter conhecido o grupo de vocês, ja to com saudades 🙁 ehehehe

    pois eh , abraço a todos!

    max

Comentários encerrados.